12.02.2012


Com a celebração eucarística no dia 12 de fevereiro de 2012, na Igreja Matriz da Paróquia Nossa Senhora das Graças, de Bauru (SP), presidida pelo Superior Provincial, Pe. Juarez Albino Destro, ingressaram na etapa do Propedêutico Rogacionista seis jovens, provenientes de três estados brasileiros nos quais os Rogacionistas atuam. Da Bahia: Geraldo de Jesus Santos; de Minas Gerais: Alex Aparecido Brito dos Reis e Júlio Sérgio Rodrigues da Silva; de Santa Catarina: Deivid de Freitas Floriano, Matheus Felipe Stanski e Ricardo Cardoso dos Santos. Os pais dos aspirantes propêudas de Santa Catarina estiveram presentes, manifestando seu apoio nesta importante etapa de decisão vocacional dos filhos. Membros da Família do Rogate de Criciúma (SC), sob a coordenação do Pe. Vilcinei Clarindo (pároco e animador vocacional local), vieram prestigiar o evento. Dc. Danilo Silva Bártholo, formador do Propedêutico, apresentou os aspirantes e seus familiares no início da celebração. Pe. Gilson Luiz Maia, superior local e pároco, deu as boas vindas a todos.

A missa contou com a presença da comunidade local e de membros das associações afins (Missionárias Rogacionistas, Famílias Rog, União de Oraçao pelas Vocações). Alguns formadores Rogacionistas também participaram: Pe. Antônio Raimundo Pereira de Jesus, de São Paulo-SP (Conselheiro Provincial do setor da formação e formador da etapa da Teologia), Pe. Anderson Adriano Teixeira, de Brasília-DF (Mestre de Noviços), Ir. Dárcio Alves da Silva, de Passos-MG (formador do Seminário Rogacionista João Paulo I). Pe. Valmir de Costa, diretor do Colégio Rogacionista de Bauru e orientador espiritual no Propedêutico, também esteve na celebração.

Pe. Juarez, em sua mensagem, destacou que os seis jovens que estão ingressando nesta nova etapa de formação devem procurar cada vez mais imitar os gestos e a prática de Jesus, relacionando o evangelho do dia, da cura do leproso, com a opção de seguir o mestre de forma radical, como verdadeiros operários na messe. Aproximar-se dos necessitados, acolher os suplicantes, ter compaixão, tocar, ajudar a se levantar, são alguns importantes gestos que uma pessoa de vida consagrada deve manifestar em seu dia a dia.  










voltar